Search
  • Dr. Ever Rodriguez

MIOPIA: causas, tratamentos e prevenção

Updated: Jul 4

Miopia é um tipo comum de erro de refração que ocorre quando a imagem de um objeto distante é formada anteriormente ao plano da retina, mais comumente como um resultado de um aumento do comprimento axial do globo ocular. Isto resulta em visão a distância turva. Por outro lado, a acuidade visual de perto é melhor.

Imagem no olho normal e miopia
Diferenças entre olho normal e olho com miopia.

A miopia é um distúrbio do foco do olho, não é uma doença dos olhos, exceto na Miopia Patológica.


Na figura 2 de um paciente com miopia patológica apenas no olho esquerdo. A Ressonância magnética mostra a diferença no tamanho e forma dos globos oculares, normal no olho direito (imagem à esquerda) e alongado no olho esquerdo patologicamente miópico (imagem à direita). Fonte: The Retinal Atlas YANNUZZI 2017.

Diferencias entre olho normal o miopia patológica evidenciado pela Ressonância magnética
Fig. 2: Ressonância magnética mostra a diferença no tamanho e forma dos globos oculares

Mas o que são erros de refração?


Quando há um erro de refração, o formato do olho impede que a luz se concentre na retina. O comprimento do globo ocular (mais curto ou mais longo), as mudanças na forma da córnea ou a deterioração do cristalino podem causar erros de refração.


Classificação da Miopia:


A miopia é geralmente classificada em dois grupos:

  • miopia não patológica

  • miopia patológica.


Alterações no formato ocular tem relação com o grau da miopia
Câmbios no formato ocular segundo o grau da miopia. Fonte: Myopia. Nat Rev Dis Primers. 2020
  • Miopia não patológica é comumente referida como miopia fisiológica, simples, leve ou escolar. Na miopia não patológica, as estruturas refrativas do olho se desenvolvem dentro dos limites normais. Na miopia não patológica os graus são menores que 6,00 dioptrias e o início geralmente começa durante a infância ou adolescência. A progressão míope geralmente continua durante todo o período de crescimento da adolescência e diminui ou se torna estável no início da segunda década (24 anos de idade para todas as etnias segundo os estudos populacionais). Menos comumente, uma segunda mudança miópica pode ocorrer no final da segunda década ou no início da terceira década.


  • Miopia patológica é geralmente classificada como um erro refrativo de alta miopia que é progressivo e geralmente se apresenta muito cedo na infância. A miopia patológica é geralmente definida como grau maior que 6,00 dioptrias ou comprimento axial do globo ocular maior que 26,5 mm. Na miopia patológica, o processo é claramente mais sério, pois há uma alteração do fundo de olho. A etiologia da miopia patológica não é totalmente clara. A fraqueza da esclera e sua consequente incapacidade de suportar a pressão intraocular sem ceder e expandir foram geralmente consideradas. Aceitava-se que as alterações do fundo de olho eram decorrentes dessa distensão, mas parece mais provável que geralmente sejam decorrentes de um defeito genético de desenvolvimento que afeta todo o segmento posterior do olho.


Atrofia e cicatriz de retina na miopia patológica.
Alterações devido à Miopia Patológica . Fonte: The Retinal Atlas YANNUZZI 2017
Descolamento de retina regmatogênico na Miopia Patológica.
Descolamento de retina na Alta Miopia.

Quem corre risco de ter miopia?


A miopia é hereditária. Se um dos pais for míope, é possível que os filhos também o sejam. A miopia é geralmente descoberta em crianças com idades entre 8 e 12 anos. Durante a adolescência, quando o crescimento corporal é acelerado, a miopia pode piorar. Entre as idades de 20 e 40 anos, há pouca mudança. A miopia também pode ocorrer em adultos.


A miopia pode ser causada pelo estilo de vida, além da herança genética. O uso de telas de dispositivos eletrônicos tem sido sugerido atualmente como um dos fatores de risco ambientais para o desenvolvimento de miopia. O grande desenvolvimento tecnológico observado nas últimas duas décadas permitiu que as crianças tivessem acesso a computadores, celulares e outros dispositivos desde muito cedo.


Hoje em dia, crianças e adolescentes estão mudando o computador desktop para tablets e smartphones. O número de crianças na faixa etária de 4 a 6 anos, que possuem seus próprios smartphones, aumentou de 23% para 30%. Telas menores nos celulares fazem com que a maioria das crianças e adolescentes segure o aparelho perto dos olhos, e o esforço visual resultante torna mais fácil perder o foco visual para imagens distantes.


Criança com excessivo esforço visual durante uso do smartphone
Esforço visual com smartphone de tela menor.

O uso do computador aumenta o risco de desenvolver miopia, pois favorece o aumento do comprimento axial do olho, principalmente pela leitura em curtas distâncias.


Sintomas


Os sintomas de miopia podem incluir:

  • Cansaço visual,

  • Dor de cabeça,

  • Apertar seus olhos para ver melhor

A miopia é geralmente detectada pela primeira vez durante a infância e é comumente diagnosticada entre os primeiros anos escolares até a adolescência. Uma criança com miopia pode:

  • Apertar os olhos persistentemente

  • Precisa sentar-se mais perto da televisão, da tela do cinema ou da frente da sala de aula

  • Parece não estar ciente de objetos distantes

  • Piscar excessivamente

  • Esfregar seus olhos com frequência

Tratamentos


O tratamento da miopia é baseado na correção ótica do erro refrativo com óculos ou lentes de contato.


Embora na miopia simples o tratamento cirúrgico de escolha seja geralmente a aplicação de excimer laser na córnea (Cirurgia Refrativa), a alta miopia pode ser corrigida cirurgicamente com o implante de lentes intraoculares.


Embora esses tratamentos cirúrgicos corrijam de forma excelente o defeito óptico, eles não podem impedir a possível progressão da miopia ou eliminar a possibilidade de complicações na retina.


O tratamento das complicações retinais consistirá na fotocoagulação a laser das lesões que predispõem ao descolamento da retina e no tratamento cirúrgico, se já tiver ocorrido. Se surgirem membranas neovasculares que causam sangramento, elas podem ser tratadas com injeções intravítreas.


Como podemos controlar a progressão da miopia?


Há várias formas de controle da progressão da miopia e podem, didaticamente, ser organizadas em controles ópticos, farmacológicos e ambientais.


  • Controles ópticos são representados pelo uso de óculos com lentes bifocais ou progressivas, de lentes de contato de Ortoceratologia que é uma técnica de redução temporária da miopia que consiste na adaptação programada de lentes de contato rígida de desenhos específicos com o objetivo de remodelar a córnea.

Esquema didático in situo da lente de Ortoceratologia
Lente esférica de Ortoceratologia in situ. Fonte: CLEAR - Orthokeratology

Processo de correção da miopia com lentes de Ortoceratologia
Esquema didático do mecanismo de ação das lentes de Ortoceratologia. Fonte: SOBLEC
  • Controles farmacológicos, encontra-se o uso de colírio de Atropina em baixa dose (0,01%-0,025%), quando administrado a crianças em pequenas doses por 2 a 3 anos, as gotas podem retardar a progressão da miopia.

Colírio de Atropina em baixa dose (0,01-0,025%) usada ​​para retardar a progressão da miopia.
Atropina em baixa dose usada ​​para retardar a progressão.
  • Controle ambiental da miopia em crianças tem relação com o tempo de exposição ao sol, este efeito pode estar relacionado à maior produção de vitamina D. Isso porque, nossos olhos têm receptores da vitamina D que melhoram o funcionamento do sistema ocular. Banhos de sol diários de duas horas são preconizados, porque já está comprovado que a luz ultravioleta aumenta a resistência das fibras de colágeno da córnea. Há evidências de que a retina tem receptores de dopamina, hormônio do bem-estar produzido durante a exposição ao sol, que regula o crescimento axial do olho.


Luz do sol diminuem a progressão da miopia.
Efeito da luz do sol no controle da miopia.

Limite o tempo que você passa na frente da tela do computador ou de outros dispositivos digitais. Ao equilibrar o tempo de uso dispositivos eletrônicos com o tempo ao ar livre, você pode ajudar a diminuir a progressão miopia de seu filho e proteger a visão à medida que ele cresce.


O tempo máximo preconizado de uso contínuo de dispositivos eletrônicos por crianças varia segundo a faixa etária.

Recomendação da SBP quanto ao uso de dispositivos eletrônicos
Recomendação da SBP quanto ao uso de telas dos dispositivos eletrônicos.

Um controle oftalmológico periódico é recomendado para o diagnóstico da Miopia e evitar possíveis complicações.


Responsável: Dr. Ever Ernesto Caso Rodriguez | CRM-SP: 160.376

Confira essa e outras informações na nossa página do Facebook ou Instagram.


Faça seu agendamento via WhatsApp ou Online agora!

107 views