top of page
Buscar
  • Foto do escritorDra. Yandely Ch

DESCUBRA OS RISCOS DO USO INCORRETO DAS LENTES DE CONTATO!

Atualizado: há 4 dias

As lentes de contato estão se tornando uma escolha cada vez mais popular para correção visual, oferecendo uma alternativa versátil e conveniente aos óculos. No entanto, é crucial reconhecer que, embora amplamente consideradas seguras, as lentes de contato podem apresentar complicações.


Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), mais de 80% dos usuários de lentes de contato relataram comportamentos de risco que podem levar a infecções oculares. Isso é alarmante, especialmente considerando que complicações graves, como infecções, podem afetar até 1 em cada 500 usuários anualmente.


Apesar desses riscos, o número de usuários de lentes de contato continua a crescer, com mais de 8,4 milhões no Brasil e 140 milhões em todo o mundo, de acordo com a Sociedade Brasileira de Lentes de Contato (SOBLEC).


Surpreendentemente, entre 40% e 90% dos usuários das lentes de contato não seguem as instruções de cuidados adequados, o que aumenta significativamente o risco de complicações. A maioria dos problemas decorre do uso indevido, higiene inadequada ou condições oculares preexistentes.


PRINCIPAIS COMPLICAÇÕES APÓS O USO INCORRETO DAS LENTES DE CONTATO


As complicações decorrentes do uso incorreto das lentes de contato podem variar em gravidade e manifestação, e é crucial estar ciente delas para garantir uma experiência segura e saudável. Algumas das principais complicações incluem:


Principais complicações por uso incorreto das Lentes de Contato
Complicações após uso incorreto das Lentes de Contato.

COMPLICAÇÕES INFECCIOSAS


O risco de infecção aumenta conforme o número de dias de uso das lentes por semana, sendo ainda mais elevado quando se dorme com elas, aumentando de 6 a 8 vezes o risco de infecção. Além disso, durante o verão, com temperaturas mais altas e maior atividade recreativa ao ar livre, o número de casos de ceratite infecciosa tende a aumentar significativamente.


Os agentes causadores podem variar de acordo com a região geográfica e o clima. Em países tropicais, Pseudomonas aeruginosa é frequentemente apontada como o principal agente etiológico, seguida por fungos e protozoários.


A contaminação das lentes de contato ou da solução utilizada para limpá-las pode ocorrer devido à combinação de uso prolongado e manipulação inadequada. Esse problema é agravado pela hipóxia induzida pelas lentes, que ocorre quando a quantidade adequada de oxigênio não alcança a córnea devido ao uso prolongado das lentes.


Estudos revelam que a incidência de ceratite infecciosa é real, afetando de 2 a 5 usuários de lentes a cada 10.000. Os principais tipos de ceratite infecciosa são:


  • CERATITE BACTERIANA POR PSEUDOMONAS AERUGINOSA é a principal causa de ceratite infecciosa em usuários de lentes de contato, especialmente em lentes gelatinosas de uso contínuo. Essa bactéria gram-negativa, comumente encontrada na água e em diversos ambientes, adere facilmente ao polímero das lentes e aos estoques de armazenamento, formando biofilme. Os sintomas são agudos, incluindo dor intensa, sensibilidade à luz, lacrimejamento e diminuição da visão. As úlceras resultantes, frequentemente centrais, podem levar a complicações graves, como supuração e perfuração da córnea. O tratamento requer antibióticos tópicos específicos, ajustados conforme testes microbiológicos. Intervenções terapêuticas intensivas podem ser necessárias em casos graves para prevenir danos permanentes à visão.


Ceratite Bacteriana por Pseudomona
Ceratite bacteriana com úlcera devido a Pseudomonas

  • CERATITE FÚNGICA é uma complicação rara, porém grave em usuários de lentes de contato. O principal agente causador é o fungo filamentoso Fusarium, seguido por Aspergillus e Candida, especialmente em casos de uso de lentes terapêuticas. Embora mais comum em regiões tropicais, pode ocorrer em não usuários após trauma ocular com material vegetal. Os sintomas podem ser sutis no início, incluindo sensação de corpo estranho e diminuição da visão. Comparada à ceratite bacteriana, apresenta um prognóstico visual reservado devido ao desafio diagnóstico e ao crescimento lento na cultura, além da propensão a infecções mais profundas na córnea. O tratamento é desafiador devido à limitada disponibilidade de antifúngicos que penetram nas camadas mais profundas da córnea. A detecção precoce e o tratamento especializado são cruciais para evitar complicações graves e preservar a visão.

 Ceratite infecciosa por fungo Fusarium solani
A: Ceratite infecciosa por fungo Fusarium solani. B:Coloração da úlcera com fluoresceína

  • CERATITE POR ACANTHAMOEBA é uma condição ocular grave, com mais de 85% dos casos relacionados ao uso de lentes de contato. A exposição das lentes a fontes de água contaminadas representa um risco significativo. O diagnóstico precoce é crucial para um melhor prognóstico visual. Embora crônica, a ceratite por Acanthamoeba pode variar seus sintomas ao longo do tempo. Buscar atendimento médico rapidamente pode evitar complicações graves, como abcessos corneanos e até a perda permanente da visão. Ao sentir qualquer sintoma incomum, como fotofobia intensa ou lacrimejamento excessivo, não hesite em procurar ajuda médica imediata.

Ceratite por Acanthamoeba
A: Ceratite por Acanthamoeba após nadar com Lentes Esclerais. B: Cultura corneana confirma Acanthamoeba


COMPLICAÇÕES HIPÓXICAS


O uso prolongado de lentes de contato pode resultar em complicações hipóxicas, como edema, inflamação e úlceras na córnea. Para prevenir esses problemas graves, é crucial aderir ao cronograma de uso recomendado e substituir as lentes conforme orientado pelo medico oftalmologista e fabricante. Optar por lentes de silicone hidrogel ou lentes rígidas gás permeáveis (GP) pode ser uma alternativa mais segura, permitindo uma melhor oxigenação dos olhos. Especialmente as lentes rígidas, ao cobrirem uma área menor da córnea e permitirem maior movimento, reduzem o risco de complicações. Lembre-se de que a córnea recebe oxigênio diretamente através do filme lacrimal, essencial para nutrição e remoção de resíduos. Assim, o uso excessivo de lentes de contato prejudica esse processo vital.


Neovascularização
Neovasos de córnea causados por hipoxia

COMPLICAÇÕES INFLAMATÓRIAS


As condições inflamatórias relacionadas ao uso de lentes de contato podem se manifestar de várias formas, desde infiltrados assintomáticos até inflamações difusas. Fatores como o material da lente, idade, frequência e duração do uso, incluindo o uso durante a noite, são reconhecidos como riscos para esses eventos na córnea. Práticas de higiene inadequadas também aumentam a probabilidade de complicações inflamatórias. É fundamental estar ciente desses aspectos para uma utilização segura e saudável das lentes de contato.


Lente de contato vencida
Lente de contato rígida com sinais de opacidade e riscos.

COMPLICAÇÕES MECÂNICAS


Uma adaptação inadequada ou uma lente danificada podem levar a complicações graves, como erosão da córnea. Além disso, práticas incorretas, como inserção e remoção inadequadas das lentes, podem resultar em objetos estranhos presos entre a superfície da córnea e a lente, aumentando o risco de erosão. Essas lesões podem causar sintomas como dor, vermelhidão e sensibilidade à luz, exigindo tratamento imediato para evitar complicações graves. Dormir com lentes de contato também aumenta significativamente o risco de abrasão, pois as lentes retêm partículas que podem esfregar na córnea, criando aberturas para infecções oculares.


lente mal adaptada
Lente de contato rígida corneana com adaptação inadequada.

CONJUNTIVITE PAPILAR RELACIONADA A LENTES DE CONTATO


Essa condição é caracterizada por uma reação papilar na conjuntiva palpebral superior, especialmente em usuários de lentes de contato gelatinosas, resultando na formação de pequenas protuberâncias chamadas papilas. Isso pode ocorrer com ou sem inflamação da córnea, causando sintomas desconfortáveis, como aumento da mobilidade das lentes, coceira nos olhos, fotofobia, ardor, secreção branca e até mesmo queda da visão. Em casos graves, pode ocorrer ptose, ou queda das pálpebras. É importante notar que os sintomas podem não aparecer imediatamente após o início do uso das lentes, podendo surgir meses ou até anos depois.


Conjuntivite Papilar Gigante
Conjuntivite papilar gigante na pálpebra superior por lente de contato.

COMPLICAÇÕES OSMÓTICAS


Alterações na tonicidade do filme lacrimal podem afetar a adaptação e o conforto das lentes de contato, exigindo ajustes e tratamentos específicos para garantir o conforto ocular. Para pessoas com síndrome do olho seco, algumas lentes podem piorar os sintomas, a menos que a frequência de aplicação das lágrimas artificiais seja aumentada ou opte-se por lentes mais hidratantes. Mesmo as pessoas sem olho seco, podem sentir desconforto no final do dia devido à secura ocular causada pelas lentes de contato.


Olho seco
Lesão na córnea em paciente com Olho seco

MEDIDAS ESSENCIAIS PARA UMA EXPERIÊNCIA SEGURA COM LENTES DE CONTATO


Para reduzir o risco de complicações associadas ao uso de lentes de contato, é crucial seguir as seguintes medidas preventivas:

 

  1. Siga as Instruções do Oftalmologista: É essencial aderir rigorosamente às orientações do seu oftalmologista sobre o cuidado e o manuseio adequado das suas lentes. Isso inclui a limpeza regular e o uso correto das soluções recomendadas.

  2. Mantenha Consultas Regulares: Agende consultas de acompanhamento a cada 6 a 12 meses com seu medico oftalmologista para monitorar a saúde dos seus olhos e garantir que suas lentes estejam em bom estado.

  3. Esteja Alerta aos Sinais: Fique atento a sinais de alerta como dor nos olhos, vermelhidão, visão embaçada ou secreção. Se você notar algum desses sintomas, remova imediatamente as lentes e contate seu oftalmologista para uma avaliação completa.

  4. Priorize a Segurança: Em caso de dúvida sobre a saúde ocular ou o uso adequado das lentes, é melhor remover as lentes temporariamente até receber orientação profissional. Não hesite em buscar ajuda sempre que necessário para garantir a saúde e o conforto dos seus olhos.


Seguindo essas medidas preventivas, você pode desfrutar dos benefícios das lentes de contato com mais segurança e tranquilidade, minimizando o risco de complicações e mantendo uma visão saudável a longo prazo.


Para mais informações sobre uso inadequado das lentes de contato, assista nosso vídeo sobre o tema.


Responsável: Dra. Yandely Ch.| CRM-SP: 154.787

Confira essa e outras informações na nossa página do Facebook ou Instagram


Faça seu agendamento via WhatsApp agora!


37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


I commenti sono stati disattivati.
bottom of page